FALE COM A PREFEITURA

FALE COM A PREFEITURA

NOTÍCIA

ORIENTAÇÕES QUANTO A UTILIZAÇÃO E HIGIENIZAÇÃO DE MÁSCARAS CASEIRAS

A Vigilância Sanitária Municipal sabendo do novo decreto municipal que no seu art. 7º estabelece a obrigação do uso massivo de máscaras em todo município para evitar a transmissão comunitária do novo Coronavírus (COVID-19), orienta a população quanto ao uso e higienização de máscaras caseiras baseado na Nota Técnica sobre uso máscaras caseiras do Ministério da Saúde.

1. O uso da máscara caseira é individual, não devendo ser compartilhada entre familiares, amigos e outros.

2. Coloque a máscara com cuidado para cobrir a boca e nariz e amarre com segurança para minimizar os espaços entre o rosto e a máscara.

3. Enquanto estiver utilizando a máscara, evite tocá-la na rua, não fique ajustando a máscara na rua.

4. Ao chegar em casa, lave as mãos com água e sabão, secando-as bem, antes de retirar a máscara.

5. Remova a máscara pegando pelo laço ou nó da parte traseira, evitando tocar na parte da frente.

6. Faça a imersão da máscara em recipiente com água potável e água sanitária (2,0 a 2,5%) por 30 minutos. A proporção de diluição a ser utilizada é de 1 parte de água sanitária para 50 partes de água (Por exemplo: 10 ml de água sanitária para 500ml de água potável).

7. Após o tempo de imersão, realizar o enxágue em água corrente e lavar com água e sabão.

8. Após lavar a máscara, a pessoa deve higienizar as mãos com água e sabão.

9. A máscara deve estar seca para sua reutilização.

10. Após secagem da máscara utilize o com ferro quente e acondicionar em saco plástico.

11. Trocar a máscara sempre que apresentar sujidades ou umidade.

12. Descartar a máscara sempre que apresentar sinais de deterioração ou funcionalidade comprometida.

13. Ao mínimo sinal de desgaste da máscara deve ser inutilizada e nova máscara deve ser feita.

Essas medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde quando adotadas em conjunto potencializam os efeitos da proteção contra o COVID-19 no país e por isso são tão importantes de serem adotadas por toda a população. A participação de todos é extremamente importante para a interrupção da cadeia de transmissão, independente da presença ou não de sintomas, uma vez que já existem evidências da ocorrência de transmissão pessoa a pessoa.

Qualquer dúvida entre em contato com Vigilância Sanitária Municipal, estamos à disposição. visa@lavrinhas.sp.gov.br

EQUIPE DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE LAVRINHAS

Facebook
WhatsApp
Twitter
Email
Print

PUBLICIDADE

ACESSO RÁPIDO

OUTRAS NOTÍCIAS

Concurso Público Nº 001/2024

José Benedito da Silva, Prefeito do Município de Lavrinhas, Estado de São Paulo, torna público, em conformidade com o artigo