Informações sobre a vacina contra Covid-19 utilizada em Lavrinhas

A Campanha de Imunização iniciou-se com a CoronaVac, vacina desenvolvida em parceria internacional entre o Instituto Butantan e o laboratório Sinovac. As doses receberam a autorização para uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) após a análise técnica dos resultados apresentados do imunizante.

A CoronaVac é produzida a partir do vírus inativado e que não causa o desenvolvimento da doença, mas é capaz de gerar uma resposta de defesa do corpo.

A imunização é feita com duas doses que, após a aplicação, o sistema imunológico passaria a produzir os anticorpos necessários para a proteção contra o vírus da Covid-19.

Ou seja, a vacina não tem o objetivo de eliminar o vírus, e sim proteger a pessoa infectada para que não desenvolva sintomas graves da doença, o que diminui o risco de complicações e morte.

Eficácia e proteção

Segundo dados do Instituto Butantan:

  • 50,38% de eficácia global: metade das pessoas que tomaram a vacina e se infectaram ou não tiveram sintomas ou apresentaram sintomas leves, sem necessidade de atendimento médico.
  • 77,96% de eficácia para casos leves: menos de 3 a cada 10 pessoas vacinadas tiveram sintomas levas e passaram por algum atendimento médico, sem necessidade de hospitalização. Ou seja, de 10 vacinados, menos de 3 desenvolveram sintomas e precisaram de assistência médica ou hospitalar.
  • 100% de eficácia para casos graves: 0 é o número de pessoas vacinadas que se infectaram e apresentaram sintomas graves, com necessidade de hospitalização. Ou seja, nenhuma pessoa precisou de atendimento hospitalar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support