ORIENTAÇÕES QUANTO A UTILIZAÇÃO E HIGIENIZAÇÃO DE MÁSCARAS CASEIRAS

A Vigilância Sanitária Municipal sabendo do novo decreto municipal que no seu art. 7º estabelece a obrigação do uso massivo de máscaras em todo município para evitar a transmissão comunitária do novo Coronavírus (COVID-19), orienta a população quanto ao uso e higienização de máscaras caseiras baseado na Nota Técnica sobre uso máscaras caseiras do Ministério da Saúde.

1. O uso da máscara caseira é individual, não devendo ser compartilhada entre familiares, amigos e outros.

2. Coloque a máscara com cuidado para cobrir a boca e nariz e amarre com segurança para minimizar os espaços entre o rosto e a máscara.

3. Enquanto estiver utilizando a máscara, evite tocá-la na rua, não fique ajustando a máscara na rua.

4. Ao chegar em casa, lave as mãos com água e sabão, secando-as bem, antes de retirar a máscara.

5. Remova a máscara pegando pelo laço ou nó da parte traseira, evitando tocar na parte da frente.

6. Faça a imersão da máscara em recipiente com água potável e água sanitária (2,0 a 2,5%) por 30 minutos. A proporção de diluição a ser utilizada é de 1 parte de água sanitária para 50 partes de água (Por exemplo: 10 ml de água sanitária para 500ml de água potável).

7. Após o tempo de imersão, realizar o enxágue em água corrente e lavar com água e sabão.

8. Após lavar a máscara, a pessoa deve higienizar as mãos com água e sabão.

9. A máscara deve estar seca para sua reutilização.

10. Após secagem da máscara utilize o com ferro quente e acondicionar em saco plástico.

11. Trocar a máscara sempre que apresentar sujidades ou umidade.

12. Descartar a máscara sempre que apresentar sinais de deterioração ou funcionalidade comprometida.

13. Ao mínimo sinal de desgaste da máscara deve ser inutilizada e nova máscara deve ser feita.

Essas medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde quando adotadas em conjunto potencializam os efeitos da proteção contra o COVID-19 no país e por isso são tão importantes de serem adotadas por toda a população. A participação de todos é extremamente importante para a interrupção da cadeia de transmissão, independente da presença ou não de sintomas, uma vez que já existem evidências da ocorrência de transmissão pessoa a pessoa.

Qualquer dúvida entre em contato com Vigilância Sanitária Municipal, estamos à disposição. visa@lavrinhas.sp.gov.br

EQUIPE DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE LAVRINHAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support